10 comandos Linux que toda pessoa deve conhecer!

10 comandos Linux que toda pessoa deve conhecer!


Há quem diga que o Linux é apenas um sistema operacional, mas quem é da área de tecnologia ou trabalha com TI sabe muito bem que vai além disso. Por essa razão, hoje abordaremos importantes informações para quem está estudando ou pensando iniciar o estudo em programação.Descubra a seguir o que é Linux, porque ele é importante e quais são os comandos mais utilizados.

Por que é importante conhecer os comandos Linux?

Antes de falarmos sobre a importância do Linux e seus comandos, precisamos deixar claro que Linux é um termo muito usado para dar nome a toda uma família de sistemas operacionais baseados em um mesmo núcleo de código. 

Ou seja, é uma tecnologia, um componente de um sistema operacional chamado Kernel, que hoje conta com ferramentas que se estendem um pouco além dele, inclusive, uma tecnologia que é aplicada para as mais diversas finalidades. Em outras palavras, é o Kernel que faz o meio campo entre os aplicativos e o seu hardware. Mas afinal de contas, por que é importante conhecer os comandos Linux?

Porque boa parte dos dispositivos eletrônicos rodam Linux, afinal, ele possui código aberto e pode se adaptar a quase toda necessidade. Além disso, é conhecido como um dos sistemas mais utilizados em servidores e supercomputadores que precisam de segurança e de estabilidade. E, por isso, possui diferentes comandos.

10 comandos essenciais do Linux

Como mencionamos anteriormente, existem vários sistemas Linux que são populares, entre eles: Ubuntu, Fedora, Debian e Mint. E, para usar um sistema operacional desses é preciso acessar a interface que permite que usuário tenha acesso aos serviços. No caso do Linux, uma Interface Gráfica de Usuário (GUI), o Shell,  que possibilita muito mais praticidade e agilidade no dia a dia. Considerando isso, conheça alguns dos comandos Linux mais utilizados.

  1. man: aprenda mais sobre os comandos

Quando se trata de comandos Linux, o man é, certamente, o que deve vir como o primeiro da lista. Afinal, é através dele que é possível carregar uma página de manual (man page) sobre os comandos dos sistemas, portanto, se você precisar saber a sintaxe de qualquer outro comando , ele trará esta informação. Por exemplo, se você quiser saber sobre o comando ls, é só digitar:  man ls, dar enter e lá estará a página manual do comando com descrições detalhadas.

  1. Is: listagem de arquivos

Outro comando que não pode passar batido é o que acabamos de mencionar acima. Afinar, por meio do comando ls conseguimos listar o conteúdo do diretório em que você se encontra. Além disso, com ele é possível ter acesso ao tamanho e a data de criação de arquivo ou pasta.

  1. cd: navegue pelo sistema de arquivos

Já o comando cd serve para conseguirmos copiar arquivos de um diretório para outro. Logo, para pularmos de uma pasta para a outra, não precisamos abrir o gerenciador de arquivos.

  1. cp: copiar arquivos e pastas

Se você desejar copiar  arquivos ou diretórios para outro local, utilize o comando cp. Caso o destino fornecido seja um diretório existente, os arquivos serão copiados para esse diretório, com o mesmo nome.

  1. mv: mover arquivos e pastas

Além de possibilitar a transferência de arquivos de um diretório para o outro, este comando serve para renomear arquivos. Por isso, se desejar enviar o arquivo de uma pasta para a outra, basta usar o exemplo a seguir:  mv pasta1/arquivo1 pasta2/. Se preferir apenas renomeá-lo, use mv arquivo1 arquivo2.

  1. more: ler arquivos de texto

Outro comando muito importante é o more. Com ele você consegue ler o conteúdo de um arquivo de texto. Para isso, utilize ele seguido do caminho e o nome do arquivo, como em more /home/user/arquivo.txt. Assim, aparecerá todo o conteúdo no terminal.

  1. df: conferir o espaço em disco

Quando houver a necessidade de descobrir o espaço total e quantos GB existem disponíveis em cada partição do sistema, utilize o comando df -h. Esta alternativa -h, significa human-readable, ou seja, compreensível  para humanos. Caso você execute o comando sem ela, os dados aparecerão em kilobytes e será preciso convertê-los mentalmente para outras unidades.

  1. sudo:permissões especiais

Por motivos de segurança, o Linux só é executado através de permissões de usuários. Por essa razão, alguns arquivos e comandos só aparecem para o próprio dono ou pelo usuário administrador (root). Para que não haja a necessidade de trocar de usuário a todo instante, use o comando sudo, que permite a credencial de usuário root temporariamente por meio de uma senha.Se quiser testar, use o comando ls /root. Você receberá um aviso de permissão negada. Na sequência, execute sudo ls /root. Após informar a senha do seu próprio usuário (no caso do Ubuntu), o comando será executado normalmente e os arquivos da pasta root serão listados no terminal.

  1. grep: buscas em textos

Conhecida como uma das ferramentas mais úteis e versáteis, o comando grep serve para procurar padrões especificados pelo usuário dentro de arquivos de textos. Ou seja, com ele a gente consegue encontrar palavras ou padrões e as linhas que serão exibidas.

  1. clear: limpar o buffer

Já na hora de organizar aquela baguncinha que fica no terminal depois de horas de uso, utilize o comando clear. Após isso, é só voltar a usar o terminal normalmente.

Pontos importantes para utilizar comandos linux.

Se você é um profissional da área de TI ou de  tecnologia tenha em mente que é imprescindível compreender os vários comandos do terminal. Afinal, com ele você conseguirá realizar tarefas do dia a dia sem medo e com muito mais agilidade.

Além de ser uma alternativa para utilizar a interface gráfica com propriedade, também podemos executar comandos e ter o domínio do terminal. E, por mais que seja possível usar o utilitário de linha de comando em outros sistemas operacionais, como no Windows, o Linux oferece uma interface muito mais atrativa.

Outro ponto que não podemos deixar de considerar é que os comandos Linux permitem que os usuários executem qualquer atividade do sistema operacional de forma simples, rápida e eficiente.

Dicas para usar as linhas de comando

Confira algumas dicas e truques que separamos na hora de usar a linha de comando do Linux:

  • Para ver uma descrição detalhada digite qualquer comando seguido de “–help. Por exemplo: wget –help”. Outra maneira de obter a documentação oficial dos comandos Linux é o comando man (manual). Digite man seguido do nome do comando que você precisa de informação. Ex: man wget. Agora se você quiser guardar as informações de algum comando para estudar ou conferir depois, use o man -t wget | ps2pdf – wget.pdf;
  • Clique em TAB para preencher o terminal. Por exemplo, ao digitar “cd doc” e clicar em TAB, o terminal será preenchido virando “cd Documentos”;
  • Use Ctrl + C para interromper qualquer comando no terminal com segurança. Se a ação não parar, utilize Ctrl +Z para forçar a parada.
  • Utilize o comando exit para sair do terminal;
  • Para desligar ou reiniciar o computador, use o comando sudo halt e sudo reboot.

Conclusão

Como vimos até aqui, o uso dos comandos Linux otimizam muito o dia a dia do usuário, portanto, se aperfeiçoar neles trará uma série de vantagens a você.

Além disso se você deseja se tornar um desenvolvedor, é bom ter em mente que o Linux está presente em grandes empresas, e saber usá-lo, sem dúvida nenhuma, será um grande diferencial para a sua carreira profissional.

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo que você faça a sua inscrição na Kenzie Academy Brasil. Estude Desenvolvimento Full Stack e só pague quando estiver formado. Faça já a sua inscrição.

0

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *