Como contratar um desenvolvedor: análise do currículo e como atrair?

Como contratar um desenvolvedor: análise do currículo e como atrair?


Contratar bons(as) desenvolvedor(a) web é uma parte muito significativa do sucesso do setor de TI de uma empresa.

Seja uma contratação pontual, para um projeto, ou uma contratação fixa, para um profissional de manutenção, por exemplo, esse processo seletivo pode não ser muito simples para profissionais recrutadores não-familiarizados com a área.

Se você precisa contratar um desenvolvedor ou desenvolvedora e sente que pode melhorar suas habilidades nisso, no conteúdo de hoje falaremos sobre como selecionar os melhores currículos, como avaliá-los da melhor forma e como, por consequência, chegar aos profissionais mais disputados.

Vamos lá?

Como atrair desenvolvedores?

Em primeiro lugar, se você deseja contratar o(a) melhor desenvolvedor(a) possível para a sua vaga, é preciso que essa vaga seja atraente para ele.

A remuneração é um dos fatores mais importantes quando falamos sobre atração de profissionais, isso porque profissionais experientes e especializados em tecnologias relativamente complexas não encontram dificuldades em achar salários acima da média do mercado.

Portanto, se você quer um bom profissional, deve oferecer retorno financeiro a altura de suas capacidades.

Outro ponto importante é o ambiente de trabalho e seus recursos. Um bom profissional dificilmente achará vantajoso se dedicar a um projeto cujos recursos são escassos ou que não possua um ambiente de trabalho confortável.

Onde recrutar um desenvolvedor?

Recrutar um desenvolvedor ou desenvolvedora requer alguma habilidade para encontrá-los.

Como pode-se esperar, dificilmente um profissional extremamente gabaritado vai simplesmente se candidatar à uma vaga sem muita divulgação ou informações, então antes de sair por aí procurando profissionais, certifique-se de que a sua vaga é o mais específica possível sobre o que será exigido do candidato.

Depois disso, é necessário estar onde estão os(as) programadores(as)!

Alguns ambientes virtuais, como fóruns e comunidades voltadas exclusivamente a profissionais de TI, como o GitHub, e/ou eventos que unem somente desenvolvedores, como os hackatons, são bons lugares para recrutadores que buscam estes candidatos.

Redes sociais como o LinkedIn também permitem que as vagas sejam divulgadas apenas para perfis específicos, que você pode analisar previamente antes de aprovar para uma candidatura. Além do mais, é possível se comunicar através de mensagens privadas com o candidato que parece mais adequado.

Conferências, meetups e bootcamps também são eventos que fazem parte do dia-a-dia de profissionais de TI e possuem grande potencial para networking, inclusive se você deseja contratar um participante.

Como contratar um desenvolvedor web?

Para contratar um desenvolvedor web é preciso, antes de tudo, saber que ele se adequa perfeitamente às necessidades do projeto ou da empresa  que está com a vaga aberta.

De nada adianta buscar um profissional extremamente experiente em Python, por exemplo, se a equipe que está em busca de um desenvolvedor precisa de qualificação em Ruby.

Nem sempre o candidato mais experiente será o melhor para a vaga, também. É preciso ponderar que determinadas funções podem perfeitamente serem executadas por profissionais em formação e dispostos a aprender enquanto trabalham.

Onde encontro desenvolvedores qualificados online?

Como dito há dois tópicos acima, nem sempre os ambientes normais de divulgação de vagas são os melhores lugares para se buscar um desenvolvedor web.

Muitas vezes, é preciso fugir dos classificados online mais comuns e buscá-los em ambientes mais característicos do setor, como comunidades de armazenamento de códigos, fóruns específicos (muitas vezes internacionais), blogs especializados em assuntos de tecnologia e etc.

Sendo um recrutador ou recrutadora que busca um profissional de TI, saber quais são estes ambientes é crucial. Invista em uma boa pesquisa e, é claro, tenha sempre o aconselhamento de um programador experiente.

De que maneira devo divulgar uma vaga para desenvolvedor?

Considerando que poucos profissionais experientes e especializados ficam muito tempo sem emprego, será necessário oferecer a vaga a alguns profissionais ao invés de esperar que eles se candidatem espontaneamente a ela.

Para isso, saiba como abordar estes profissionais através de técnicas de recrutamento e seleção e, principalmente!, não seja invasivo.

Considere que, caso este profissional já esteja alocado em algum cargo ou projeto, será preciso expor grandes benefícios para que ele acha que vale a pena trocar de ocupação.

O que atrai um desenvolvedor?

Neste ponto, um(a) desenvolvedor(a) não é muito diferente de quaisquer outros profissionais: o que atrai um profissional de TI é uma boa remuneração, boas relações de trabalho, ambiente criativo, uma boa equipe e liberdade profissional.

Portanto, exponha todos estes pontos ao seu candidato na hora de entrevistá-lo e deixe bem claro o que ele encontrará ao entrar para a vaga.

Como contratar o melhor profissional?

Contratar o melhor profissional não depende apenas de selecionar o currículo com mais habilidades e formações, mas sim de avaliar o que a empresa ou o projeto precisa e qual é o melhor perfil para a vaga.

Ter essa percepção, muitas vezes, é difícil para o recrutador, que não está presente no dia-a-dia e na rotina da equipe, mas em outro setor da organização.


Deste modo, é altamente recomendável que ele possa trabalhar em conjunto com um líder do setor de TI ou de um profissional que esteja bastante envolvido com a área que está com a vaga aberta. 

Deste modo, ele pode compreender melhor não só qual é o melhor profissional para aquela vaga mas também como avaliá-lo, conforme falaremos sobre a seguir.

De que maneira avalio um desenvolvedor?

Quase todo processo seletivo profissional possui uma etapa de avaliação. Quando falamos de uma área tão competitiva como Tecnologia da Informação, esta etapa se torna especialmente importante.

Mas, se você é um recrutador, não se assuste! Desenvolvedor e corrigir uma avaliação de TI é papel de um profissional da área e, quando muito, você só será responsável por aplicá-la.

Para avaliar um programador ou programadora é preciso testar seus conhecimentos específicos, que o qualificarão melhor para o cargo oferecido, mas também é preciso saber se ele sabe o arroz e feijão da profissão.

Encontrar soluções para um projeto fictício, apontar caminhos para problemas inesperados, agir sob pressão quando uma aplicação não funciona em um momento primordial também são algumas habilidades que podem ser testadas durante este processo.

O que avaliar em um currículo na hora de contratar?

Principalmente o que se espera daquele candidato.

Como apontado algumas linhas acima, de nada adianta procurar um candidato com um currículo cheio e especializado em mil e uma tecnologias se nenhuma delas está sendo exigida pela empresa em questão.

Se a vaga busca, por exemplo, um profissional desenvolvedor mobile, não concentre seus esforços em currículos de profissionais especializados em desktop, ou em bancos de dados.

O contrário também se aplica e, deste modo, as opções irão se afunilar até que você possa encontrar o grupo de candidatos ideal.

Quais qualidades de um desenvolvedor mais devo observar?

Quando falamos de habilidades técnicas, as que devem ser observadas são aquelas exigidas pelo projeto que está contratando.

Em questões comportamentais, é preciso avaliar, na hora da entrevista, se aquele profissional possui uma boa postura diante do recrutador e/ou colegas, se é capaz de agir em momentos de pressão, se possui boa habilidade de comunicação e se sabe, acima de tudo, se apresentar de maneira adequada.

Contrate os alunos da Kenzie

A Kenzie Academy Brasil possui um grande banco de talentos recheado de alunos e ex-alunos que buscam oportunidades de ingresso no mercado de trabalho.

Se você é um recrutador, não deixe de olhar para os profissionais iniciantes, principalmente aqueles vindo de formações específicas e completas, como a nossa.

Na Kenzie, nossos alunos aprendem não somente habilidades técnicas, mas também o que chamamos de soft skills: as habilidades comportamentais citadas acima que garantem que o ingresso destes profissionais no mercado — ou em qualquer empresa — será muito satisfatório.

Conclusão

Se você está em busca de profissionais de TI mas tem pouca familiaridade com a área, não se desespere! Siga as nossas dicas e busque um desenvolvedor ou desenvolvedora mais experiente para auxiliá-lo e boas contratações!

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo você conhecer mais sobre a Kenzie Academy Brasil.

0

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *