tela de computador com uma programação web

Programação web: Leia isso se você quer ter sucesso na área

Assim como em qualquer área no mercado de trabalho, também na programação web não existe nenhuma mágica para se ter sucesso. Porém, com boas práticas diárias, uma rotina otimizada e vontade de aprender a aprender, você pode ir mais longe!

Com um mercado que movimenta em torno de R$ 1,6 bi por ano no Brasil, estima-se que, em 2030, existirão ao menos 1 milhão de vagas de emprego sem profissionais para preenchê-las no país. Isso porque a quantidade de mão de obra qualificada disponível para esse setor ainda é muito baixa. Um estudo da McKinsey & Company diz que, no Brasil, 35% dos cursos de tecnologia estão abaixo dos níveis mínimos de qualidade esperados pelo mercado.

No entanto, a questão aqui é: você está preparado para ser esse profissional cobiçado? Quais as características e habilidades que você precisa desenvolver para ter sucesso na área e ser esse profissional disputado pelas empresas?

Pensando nisso, neste artigo, separei algumas dicas extremamente valiosas para acelerar sua carreira na programação web, seja você iniciante ou experiente, e assim, tornar a sua jornada mais produtiva e, de certa forma, mais tranquila.

E antes de começarmos, deixa eu me apresentar rapidinho: meu nome é Patrick Nekel e atualmente estudo Desenvolvimento Web Full Stack na Kenzie Academy Brasil. Para mim, a programação web era algo que faltava em minha vida e encontrei ela no momento certo.

Esta jornada começou em 2018, quando ouvi falar sobre a linguagem Python pela primeira vez. Hoje, meu foco total está em Javascript e em suas suas tecnologias.

Bom, agora que falei um pouco sobre mim e do meu interesse na área, vamos então para as dicas?

Certifique-se de ler o conteúdo até o fim, pois tenho certeza que, pelo menos uma dessas dicas mudarão sua visão sobre programação web e certamente te acompanharão ao longo da sua carreira!

Vamos lá?

1 – A prática leva a perfeição na programação web

Eu não tenho medo do homem que praticou 10,000 chutes diferentes, mas sim do homem que praticou o mesmo chute 10,000 vezes. “ – Bruce Lee.

Não é surpresa que uma das frases mais famosas do mundo também se aplique a programação web. É mais valioso um programador que tenha amplo conhecimento sobre uma linguagem de programação específica, do que o programador que sabe apenas o mínimo em várias linguagens.

Além disso, a prática diária e aprofundamento em determinados tópicos e tecnologias pode trazer inúmeras vantagens, tais como:

  • Facilidade em entender novos conceitos
  • Agilidade em pensamento lógico
  • Aprendizado acelerado, e como consequência produtividade.

Um dos maiores erros ao iniciar na programação é subestimar a prática de conceitos básicos, o famoso ‘’feijão com arroz’’, portanto aprenda de verdade, pratique e seja responsável pelo seu próprio progresso.

Afinal, se você não fizer isso por você, ninguém vai fazer. #ficadica

2 – Pense na solução do seu problema ANTES de colocar a mão na massa

Vamos imaginar que você quer construir uma casa. De forma simplista, a maneira ideal de fazer isso é primeiro encontrar o local adequado, depois estruturar a planta da casa e só então, iniciar o projeto, certo?

Nessa mesma linha de pensamento, não podemos construir uma casa iniciando pelo teto. Primeiro vem o alicerce e só depois a construção começa.

Sendo assim, se aplicarmos a mesma lógica no mundo da programação, planejamento é a chave, mesmo se formos direto para o código, teremos problemas sérios ao progredir com o projeto.

Portanto um bom programador desenvolve a solução de um problema antes mesmo de iniciar a primeira linha de um código. O momento de traçar o caminho do problema até a solução é a parte mais importante de todo o processo de um projeto. Mantenha isso em mente e você terá sucesso em seus projetos. 😉

E lembre-se: A programação é apenas um meio, uma ferramenta. A verdadeira solução vem da sua criatividade e capacidade lógica!

3 – Um bom programador não significa uma enciclopédia ambulante

O mito de que um programador “é o cara que sabe tudo sobre computador e programação” acompanha os profissionais há décadas. É humanamente impossível saber tudo sobre a área e, é ainda mais difícil, lembrar conceitos que não são usados no dia a dia. E é aí que entram os sites de pesquisa, livros e tira-dúvidas com profissionais experientes da área.

Pesquisar na internet sobre alguma dúvida não é motivo para se sentir envergonhado, mas é extremamente importante não ser dependente total de uma plataforma externa. Seja independente e saiba pesquisar, isso possibilita um profissional criterioso e preciso.

Mas aqui a dica é: tenha o mindset ativo do “aprender a aprender”, um conceito forte, que somos desafiados a pensar diariamente na Kenzie Academy Brasil e, que faz todo sentido, para qualquer bom profissional de programação.

“Quem acha que sabe tudo, não sabe nada, pois não se dá a oportunidade de aprender” – Simone Frangelli

4 – Invista nas suas soft skills

Soft skills são as habilidades que traçam a personalidade e comportamento de um profissional. Hoje em dia, elas já são até consideradas tão importantes quanto as hard skills na contratação de profissionais de TI.

De acordo com a consultoria global Gartner, as soft skills são habilidades transversais como pensamento crítico, solução de problemas, conhecimento de negócios, facilidade de comunicação e sensibilidade, importantes ingredientes do perfil do profissional da nova era.

Não por acaso, a consultoria prevê que até 2021, 40% da equipe de TI será mais versátil que a própria tecnologia, porque esses profissionais conseguirão desempenhar variados papéis e se adaptar a diferentes cenários.

Alguns exemplos de soft skills:

  1. Comunicação: É a habilidade de dialogar com colegas de trabalho ou estudo, evitar conflitos, resolver divergências para aumentar o foco no objetivo e realização das tarefas.
  2. Trabalho em equipe: Essa é uma das habilidades certamente essenciais em um ambiente de desenvolvimento, é a habilidade de cooperar com colegas em grupos compostos por pessoas diversas.
  3. Proatividade: É a capacidade de fazer além do que lhe foi impelido, uma pessoa proativa é capaz de ver além da situação atual. É encontrar formas de contornar problemas que impedem a produtividade.

Proatividade está diretamente ligada ao Trabalho em equipe, que por sua vez está ligado a Comunicação.

Pode parecer ‘’bobagem’’ ou algo simples pra você, mas para grande parte dos recrutadores, as Soft skills são um dos principais critérios dentro de um processo seletivo. Além de ser algo importantíssimo para manter o ambiente de trabalho produtivo!

5 – O mundo da programação não é fácil, é preciso se esforçar muito!

Sim, isso pode parecer óbvio e, a este ponto, você já deve saber disso, mas é importante ressaltar que todo bom profissional da área de programação, começou do zero, e que todos os programadores, independente da experiência, passaram por inúmeras dificuldades até entrarem no mercado de trabalho.

Vamos usar como exemplo a história de Brian Acton, um dos fundadores da rede WhatsApp. Brian foi rejeitado pelo Facebook ao se candidatar para uma vaga na rede social. Quatro anos depois, a empresa que Brian havia fundado foi comprada pelo próprio Facebook por uma fortuna milionária.

Ou seja, e esse ele tivesse desistido e não persistido? Entende a importância da resiliência e do “aprender a aprender” que comentei lá em cima? Na maioria das vezes, nosso código não vai ficar perfeito de primeira e sem os temidos bugs. Cabe a nós aprendermos com os erros, analisarmos a situação e identificarmos o problema a ser corrigido, enquanto ainda temos tempo para aprender!

Dessa maneira, nos tornamos mais fortes e mais preparados para viver uma carreira de sucesso. O aprendizado e esforço fazem parte da jornada de um bom dev. Não esqueça nunca disso. 😉

Em conclusão, quando falamos de estudos e carreira, não há uma receita mágica, mas existem sim boas práticas que você pode fazer para tornar sua carreira muito mais produtiva e bem-sucedida como praticar, planejar, pesquisar, investir em soft skills e, claro, aprender todo dia!

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo você conhecer mais sobre a Kenzie Academy Brasil.

A Kenzie Academy é uma escola americana de programação para desenvolvedores, em que você estuda por 12 meses, em tempo integral, as principais linguagens do mercado para entrar no mercado de tecnologia atuando como um Full Stack e, em paralelo, também desenvolve suas soft skills para o mercado de trabalho.

Leia também:

0
Show 2 Comentários
  1. Empresa barbara, com métodos de ensino de alta performance! Super indico! Parabéns pela iniciativa de inovar e insistir em Educação!

    0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *