Linguagem de alto nível

O que é linguagem de alto nível e baixo nível e qual a melhor?


Se você é um veterano no mercado de tecnologia da informação, já deve ter se deparado com a expressão “linguagem de programação de alto nível“.

Talvez você saiba até quais são estas linguagens, mas não saiba por que elas são classificadas desta maneira.

No conteúdo de hoje, vamos diferenciar as linguagens de programação de alto nível daquelas consideradas de baixo nível, trazendo as principais linguagens de cada categoria.

Para os novatos na carreira de programador ou programadora, este é um conhecimento fundamental relacionado à maneira como os processadores compreendem determinadas linguagens e determinados comandos.

Vamos lá?

O que é linguagem de programação de alto nível?

As linguagens de programação de alto nível são aquelas que, grosso modo, estão mais próximas da linguagem humana do que da linguagem de máquina.

Imagine que os computadores, ou mais especificamente seus processadores, só compreendam um único idioma: o dos números binários.

Sendo assim, seja qual for a máquina e seja qual for seu processador, apesar das diferenças fundamentais entre os idiomas nativos de cada um deles, todos eles só são capazes de se comunicar através dos números 0 e 1.

Esta linguagem, chamada de linguagem de máquina, é o que chamamos de linguagem de baixo nível.

Já as linguagens de alto nível, ao contrário das suas opositoras, são aquelas que, embora se comuniquem com softwares de interpretação, possuem uma sintaxe muito mais próxima daquelas utilizadas pelos idiomas falados pelas pessoas.

É claro que ninguém se comunicará em Python em uma roda de amigos, mas sendo o Python uma linguagem de programação que utiliza o inglês como idioma-base, mesmo que você não tenha grandes conhecimentos sobre desenvolvimento web, ao ver um código em Python conseguirá extrair uma ou outra compreensão linguística.

A estas linguagens, damos o nome de linguagem de alto nível.

Quais são as principais linguagens de alto nível?

As principais linguagens de alto nível são, também, as linguagens de programação mais populares do mercado hoje.

Abaixo, listaremos as três mais utilizadas pelos profissionais de desenvolvimento web hoje.

JavaScript

O JavaScript é uma das mais antigas linguagens de programação do mercado, criada em meados da década de 90, mais precisamente em 1995.

Com o objetivo de trazer mais dinamismo às páginas da web que, até então, eram estáticas e com poucos recursos visuais, o JS se transformou muito ao longo dos anos.

Hoje, o JavaScript é uma das mais versáteis linguagens de programação do mercado e, inicialmente desenvolvida para ser uma linguagem front-end, já é possível encontrar comandos JS até mesmo em aplicações back-end.

Python

O Python é uma linguagem de programação relativamente nova que, além de ser de alto nível, também é multiplataforma.

Isso significa que ela roda em qualquer sistema operacional desde que o seu interpretador esteja instalado ali.

Muito popular no nicho de inteligência artificial, o Python é uma linguagem leve, com uma curva de aprendizado muito rápida e de sintaxe simples.

Tudo isso, somado ao fato de que há um grande número de bibliotecas e frameworks baseados em Python, torna essa linguagem de programação uma das mais amadas pelos profissionais de desenvolvimento atualmente.

PHP

Cadê o texto sobre PHP

Quais as vantagens e desvantagens da linguagem de alto nível?

As linguagens de alto nível possuem a vantagem óbvia de serem mais compreensíveis que as linguagens de baixo nível.

Além, ainda, de possuírem mais recursos e funções voltados à criação de um imenso leque de aplicações web, como softwares, sites, aplicativos, sistemas operacionais, bancos de dados e etc.

É claro que as demais linguagens, como as linguagens de máquina e as linguagens de de montagem, como a famosa Assembly, por exemplo, possuem funções importantíssimas em tecnologia.

Sem as primeiras, não seria possível se comunicar com um processador; e, sem a segunda, não seria possível comunicar-se com controladores de maneira compreensível.

Mas é somente através das linguagens de alto nível que conseguimos nos relacionar com a internet e com a tecnologia da maneira que a conhecemos hoje.

O que é linguagem de baixo nível?

As linguagens de baixo nível são aquelas cuja sintaxe está mais distante daqui que conhecemos por linguagem.

Estas linguagens se classificam em dois tipos: as linguagens de máquina e as linguagens de montagem, conforme citadas no tópico anterior.

A primeira baseia-se somente em números binários e transcrições do tipo 010101000110010101, por exemplo.

As linguagens de montagem, também conhecidas como linguagens de nível intermediário, são um híbrido entre as linguagens binárias e as linguagens de alto nível, permitindo que humanos se comuniquem com as máquinas através de uma codificação específica que traduz um extremo para o outro.

Quais são as principais linguagens de baixo nível?

A mais popular linguagem de baixo nível hoje é a Assembly.

Ela existe desde o início do que conhecemos como computação e foi desenvolvida na década de 50 com o objetivo de tornar legível aos humanos a linguagem binária.

Ela foi praticamente a primeira linguagem estruturada da história da programação, ou seja, uma linguagem cuja lógica é baseada em sequências e iterações.

Alto nível ou baixo nível, qual a melhor?

Não é possível separar estas linguagens em melhores ou piores porque, como explicado algumas linhas acima, cada uma delas serve a um propósito diferente.

Sem as linguagens de baixo nível provavelmente as linguagens de alto nível não existiriam, porque a comunicação com processadores e microprocessadores não seria possível.

No entanto, sem as linguagens de alto nível, não seria possível de fato programar, no sentido que conhecemos hoje, e como conhecemos hoje.

Quando cada linguagem serve à sua própria finalidade, ambas caminham juntas.

Como aprender a programar

Se você tem o desejo de tornar-se um programador ou uma programadora, precisa conhecer tanto as linguagens de baixo nível quanto as de alto nível, e para isso é preciso muito estudo.

Com a Kenzie Academy Brasil, além de tornar um programador completo em apenas 12 meses com o nosso curso de programação full stack, você ainda pode usufruir do método de pagamento ISA (Income Share Agreement).

Com este método, você só começa a pagar pelos seus estudos após concluí-los e se alocar no mercado de trabalho com uma remuneração mínima de R$ 3.000,00!

Conclusão

Seja qual for o tipo de linguagem em que você deseja se especializar, para alcançar o sucesso é necessário esforço e, principalmente, muita dedicação!

Mãos à obra!

Leia também:

0

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *