Melhor forma de aprender programação

Qual a melhor forma de aprender programação e como começar


Ao decidir que caminho seguiremos profissionalmente, muitas vezes podemos começar enxergando a futura profissão como um elemento muito distante.

Para encurtar essa distância, nada melhor que o conhecimento.

Se você deseja ser um programador ou uma programadora, no conteúdo de hoje te contamos qual o caminho das pedras a ser seguido para que você alcance sucesso profissional.

Saiba, abaixo, qual a melhor forma de aprender programação, por onde começar a estudar, como respeitar as etapas pertinentes ao aprendizado e, por fim, capacitar-se como um profissional full stack!

Vamos lá?

O que é programação?

Programação é o processo de planejar, desenvolver e executar softwares e aplicações web.

Também conhecida como desenvolvimento web, esta profissão abarca diversos processos da criação e manutenção de programas, sites, aplicativos, sistemas operacionais, games e bancos de dados.

Além disso, o programador ou programadora ainda pode desempenhar as funções de instrutor ou de cargos de liderança de equipes técnicas, como o CTO – ou Chief Technology Officer, por exemplo.

Por que devemos aprender a programar?

Todo profissional pode ser beneficiado pelas vantagens de usar um sistemas em suas tarefas do dia-a-dia, aprender programação agrega para este profissional a expertise de como um sistema é elaborado, desenvolvido, quais as fases que compõem este sistema, como é aplicada a lógica de programação para que as regras não tenham conflitos, pensando desta forma podemos dizer que saber programar é aprender a criar soluções mas para isso é preciso de regras, normas que o profissional (usuário do sistema) conhece.

Pensando em um cenário onde um(a) profissional de RH conhece todas as regras do setor, prazos, valores, fluxo de informações, legislação e tudo que envolve o seu setor, se este(a) profissional conhecer de programação tem mais facilidade para conversar com um(a) programador(a) sobre as regras que envolvem o , o por que dos prazos e principalmente os fluxos do processo

Steve Jobs, dono da Apple e um dos empresários mais geniais e icônicos do mundo, disse que todos os americanos deveriam aprender a programar um computador, porque isso os ensinaria a pensar. Há quem concorde com ele.

Profissionais como engenheiros, pesquisadores, analistas de dados, cientistas e até mesmo aqueles que possuem contato frequente com bancos de dados certamente se beneficiariam muito de algum conhecimento sobre desenvolvimento web.

Isso porque a lógica da programação, primeira disciplina a ser compreendida por um estudante de tecnologia, auxilia o desenvolvimento do raciocínio lógico, habilidade extremamente necessária para aqueles que precisam elaborar soluções e/ou sistemas complexos de funcionamento.

O que fazer com programação?

Um(a) programador(a) é, antes de qualquer coisa, um profissional que transita por vários universos.

Apesar de muitas linguagens de programação terem suas aplicações mais comuns, quase todas elas servem a diferentes propósitos e um(a) desenvolvedor(a) pode, em pouco tempo, ir do desenvolvimento de um simples site ao desenvolvendo super complexo de um game de última geração.

Abaixo, listei as utilidades mais comuns do desenvolvimento web.

Aplicativos

Com o crescimento vertiginoso do uso de smartphones, os aplicativos, ou apps, tomaram grande parte de um lugar que antes era reservado para os sites.

Grandes magazines, redes sociais, bancos e outros setores entraram de cabeça no uso dos aplicativos e a tendência tem se espalhado.

Hoje, os aplicativos são muito mais acessados que os navegadores em suas versões mobile.

Diante disso, especializar-se em linguagens que contemplem o desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis se mostra um caminho muito promissor dentro da programação.

Ferramentas

Todas as ferramentas utilizadas por alguém, enquanto manipula um dispositivo móvel ou um computador, foram desenvolvidas por um desenvolvedor ou desenvolvedora.

Se um site foi programado por alguém, também foi o navegador utilizado para acessá-lo. 

Games

Os games são um setor muito atraente do universo do desenvolvimento web.

Para os apaixonados por jogos, tornar-se um profissional capaz de produzi-los é um sonho muito possível.

Esta também é uma das áreas mais bem remuneradas da profissão, visto que se especializar neste tipo de desenvolvimento não é tão simples, mas exige longos anos de estudo e dedicação.

Sistemas Operacionais

Os sistemas operacionais são organismos vitais para a nossa conectividade.

Isso porque nem computador e nem dispositivos móveis são capazes de fornecer acessos à internet ou a qualquer outro sistema sem um OS, ou Operational System.

Os sistemas operacionais mais populares do mercado, hoje em dia, são Windows, Mac OS e Linux Ubuntu.

Sites

Os sites são as aplicações mais comuns  do desenvolvimento web.

Um programador ou programadora em início de carreira, ainda que sem muita experiência profissional, é capaz de construir um site simples sem grandes problemas.

Isso acontece porque as linguagens-base deste tipo de aplicação – HTML, CSS e JavaScript – são conhecimentos muito elementares no estudo da programação e, de modo geral, são absorvidos com facilidade pelos novatos.

Por que programação é tão difícil?

A ideia de que programar é uma atividade muito difícil e complexa vem principalmente de um desconhecimento acerca do que realmente significa programar.

Há linguagens de programação de sintaxe e curva de aprendizado extremamente simples no mercado, mas, por se tratarem de idiomas estranhos à maioria de nós, podem ser taxados como universos intransponíveis.

Um outro preconceito muito firme em torno do universo do desenvolvimento é que, se você não for um gênio nato, não será possível compreender a lógica por trás de todos os seus processos, o que é uma concepção muito equivocada.

Qualquer pessoa que esteja disposta a se dedicar seriamente aos estudos pode aprender a programar, seja qual for a sua idade, gênero e histórico profissional.

Qual a melhor forma de aprender programação?

A melhor forma de aprender programação, bem como a melhor forma de aprender qualquer outra coisa, é uma só: debruçando-se sobre os estudos.

Há diversos modos, de se dedicar ao estudo do desenvolvimento web, entre eles o caminho autodidata, as graduações formais, os materiais gratuitos disponíveis na internet, cursos online e escolas totalmente voltadas ao ensino da programação.

Mas, seja qual for o caminho escolhido, os passos a serem dados são quase iguais para todos.

Abaixo, listarei a ordem mais comum dos aprendizados da programação e como levá-los adiante da melhor maneira.

Vamos lá?

Aprenda lógica de programação primeiro

O primeiro e mais importante conhecimento sobre desenvolvimento web é a lógica de programação.

Quando falamos sobre linguagens de programação, sabemos que existem as mais diversas tecnologias atualmente, mas a lógica por trás de todas elas é a mesma.

Um conhecimento sólido sobre qual é e como funciona esta lógica facilitará a aprendizagem de quaisquer outros conceitos posteriores, portanto, muita atenção nesta primeira fase.

Respeite as etapas

A programação é um processo que se desenvolve através de etapas e, deste modo, na hora de aprendê-la, também deve ser assim.

Atropelar os estágios de desenvolvimento e pular os passos a serem seguidos pode resultar em uma grande confusão no futuro.

Muitas vezes, pode parecer inofensivo pular para o aprendizado de uma linguagem de programação mais complexa sem conhecer as mais básicas, mas em algum momento, este conhecimento fará falta.

Pratique sempre

Muitos profissionais mais experientes do mercado afirmam que programar só se aprende programando.

A teoria de um conhecimento é extremamente importante para a sua assimilação, mas a prática nos dá uma dimensão muito mais ampla de como ele se aplica na vida real e, deste modo, nos ensina empiricamente o seu funcionamento.

Em tecnologia, isso se faz muitíssimo importante.

Escolha uma linguagem mais fácil

Conforme escrevi, para que possamos aprender as linguagens de programação mais complexas, é preciso dominar as mais simples.

Estes degraus de aprendizado serão muito importantes na hora da consolidação destes conhecimentos e da prática profissional de um programador ou programadora recém-formado.

Estude muito, mas não se limite aos cursos e livros

Os cursos,  livros,  vídeos, os webinários e os instrutores são de suma importância para quem ainda está aprendendo, mas nada substituirá o contato com outros profissionais.

Não se limitar somente aos materiais didáticos é super importante para que cresçamos não somente como profissionais de tecnologia, mas como profundos conhecedores do mercado, suas dificuldades e soluções.

Erre sem medo

 Errar é tão importante quanto acertar, porque será a partir do erro que o programador(a) compreenderá qual é a maneira certa de fazer alguma coisa.

Se você resolveu aprender programação através de um curso técnico, tenha em seu professor um apoio integral na hora da correção dos seus erros.

E, o mais importante: não sinta vergonha de errar! Todos os grandes profissionais aprenderam a lidar com os erros.

Faça network

Um dos maiores benefícios da carreira de programação é a enorme comunidade de programadores que existe no Brasil e ao redor do mundo.

Esta é uma profissão muito conhecida pelo auxílio constantemente prestado por outros profissionais aos programadores(a) novos(a) e/ou menos experientes.

Fóruns como o GitHub, por exemplo, são ambientes extremamente necessários para o aprendizado de quem estuda tecnologia. 

Ali são publicados, diariamente, projetos de terceiros e análises profundas sobre técnicas e situações problemáticas reais.

Aprimore seu inglês

Todas as linguagens de programação, apesar de suas diferenças, tem um outro ponto em comum além de suas lógicas, elas possuem sua sintaxe em inglês.

Se você deseja ser um programador, talvez não precise desenvolver seu inglês ao nível da fluência, mas é muito importante que um conhecimento básico evite um obstáculo linguístico em sua carreira profissional.

Aprender programação com ferramentas e metodologia usada em projetos reais

Com a Kenzie Academy Brasil, você se torna um programador full stack – isto é, pode atuar tanto como front quanto como back-end – em apenas 12 meses!

Ao final do nosso curso de programação full stack você estará totalmente capacitado a ingressar no mercado de trabalho com suas principais habilidades desenvolvidas, e não somente aquelas voltadas à programação, mas também os chamados soft skills relacionados e com a aplicação de metodologias ágeis que resulta em melhor performance de produtividade profissional.

Além disso, você ainda pode usufruir do inovador método de pagamento ISA (Income Share Agreement), um financiamento educacional que permite que você só pague pelos seus estudos após concluí-los!

Conclusão

Conheça todas as facilidades que estudar com professores renomados e através de uma metodologia exclusiva pode trazer à sua carreira e transforme, hoje mesmo, o seu futuro!

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo você conhecer mais sobre a Kenzie Academy Brasil.

+2

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *