Programação para Iniciantes

Programação para iniciantes: é difícil aprender a programar?


Ser um programador ou programadora de sucesso, cheio(a) de habilidades e capaz de desenvolver aplicações ultra sofisticadas é o sonho de muitos jovens que ainda não iniciaram suas carreiras.

De fato, tudo o que a programação pode criar é muito atrativo, mas é preciso percorrer um longo caminho das pedras para se tornar um especialista.

No conteúdo de hoje, falarei mais sobre tudo o que um ou uma aspirante a desenvolvedor(a) precisa saber, como se preparar da melhor maneira para os desafios que chegarão e darei algumas dicas de como passar por eles da melhor maneira.

Vamos lá?

O que a programação pode fazer?

Programação é o processo de planejamento, desenvolvimento e manutenção de aplicações web.

Ou seja, programar é criar e garantir o bom funcionamento de sites, softwares, aplicativos, sistemas operacionais, bancos de dados, games e quaisquer outras aplicações relacionadas a processos computacionais.

A programação também é responsável por efeitos de computação gráfica criados em jogos, filmes e produções audiovisuais.

É muito difícil aprender a programar?

A resposta para esta pergunta pode ser muito mais complexa do que simples “sim” ou “não”.

A facilidade em assimilar um conhecimento depende de muitos fatores, inclusive de aptidões pessoais para determinadas disciplinas.

Outras variáveis desta equação são o tempo que um estudante passa, de fato, estudando e qual é a frequência e a constância deste estudo.

A linguagem de programação escolhida como especialidade também pode exigir um caminho mais curto ou mais longo de aprendizagem, muito embora a base do desenvolvimento web, a lógica de programação, seja a mesma para todas elas.

O que, no entanto, não muda seja lá qual for a sua área escolhida dentro do setor de tecnologia da informação, é que um programador ou programadora deve estar sempre atualizado.

Isto é, enquanto as tecnologias avançarem e se tornarem cada vez mais sofisticadas, o estudo continuará sendo uma necessidade de todo(a) programador(a).

Quanto tempo leva para aprender a programar?

Com relação ao tempo, o nível em que se pretende chegar é o que determina quanto tempo de estudo é necessário.

Para programar, efetivamente falando, não é necessário ter um domínio muito extenso de muitas linguagens.

Com um conhecimento básico de HTML, CSS e JavaScript, por exemplo, já é possível criar e aplicar pequenos scripts dinâmicos na interface de alguma página web.

Se o objetivo, no entanto, é desenvolver um super aplicativo repleto de funcionalidades e de segurança de dados, será preciso um pouco mais de dedicação e paciência.

Qual é a melhor linguagem de programação para iniciantes?

Algumas linguagens relativamente simples são mais adequadas aos estudantes em início de carreira do que outras.

Não porque são tecnologias superiores ou inferiores, mas porque possuem uma curva de aprendizagem mais rápida do que linguagens de sintaxe e lógica mais complexas.

Antes de entrar, no enquanto, na seara das linguagens de programação, é preciso compreender alguns conceitos básicos anteriores a isso.

São eles a lógica de programação e as linguagens de marcação, como explicarei melhor abaixo.

HTML e CSS

Estas duas linguagens de marcação são, simultaneamente, responsáveis pela marcação de textos e pela adição de elementos visuais a uma página estática.

A Hypertext Markup Language e a Cascading Style Sheets, como são nomeadas, são as bases da internet como a conhecemos hoje.

Estas foram as primeiras tecnologias a dar vida às páginas da web.

Java

Java é uma linguagem de programação orientada a objetos desenvolvida na década de 1990.

Essa linguagem permite que alguns softwares possam ser executados e distribuídos em diferentes sistemas operacionais (MAC, Linux, Windows etc.), sem que seja, necessariamente, preciso modificá-los ou alterar a arquitetura da máquina.

JavaScript

Esta foi a primeira linguagem de script utilizada na web, o JavaScript foi criado em meados dos anos 90, e chegou para trazer mais dinamismo às páginas que, até então, eram somente marcadas com o HTML.

Por ser uma linguagem de curva de aprendizado muito interessante e sintaxe simples, geralmente é utilizada para ensinar lógica de programação nos cursos voltados à profissionalização de desenvolvedores(as).

Python

Linguagem queridinha da nova geração de programadores e programadoras, o Python é conhecida por ser uma linguagem versátil e bastante simples de ser compreendida.

Muito popular na área de inteligência artificial, o Python roda em quaisquer plataformas e sistemas, desde que seu interpretador esteja instalado.

Ruby

Também do grupo das queridinhas das novas gerações, o Ruby é uma linguagem cuja versatilidade está no grande número de bibliotecas e frameworks baseadas em sua sintaxe.

A proposta por trás da sua criação era o desenvolvimento de uma linguagem legível, compreensível e agradável. 

Possui código aberto, que é mantido por uma ativa comunidade de desenvolvedores de todo o mundo. 

O que é preciso para aprender uma linguagem de programação?

Para aprender não somente uma linguagem de programação, mas qualquer outra coisa que se deseje conhecer com profundidade, é necessário muita dedicação.

O desenvolvimento web, por conta de sua própria natureza intimamente ligada ao avanço tecnológico, está sempre em constante mudança e aprimoramento.

Mesmo as linguagens mais clássicas, como o JavaScript, ganham sempre mais e mais funcionalidades baseadas em tecnologias mais recentes e abrangentes.

Se você está começando seus estudos, listarei abaixo algumas dicas que poderão te auxiliar a cursar uma trajetória mais leve e produtiva.

Converse com outros programadores

Uma das maiores vantagens da carreira de programador(a) é a grande comunidade de profissionais que existe não somente no Brasil, mas em todo o mundo.

Fóruns e outras plataformas voltadas à interação de desenvolvedores e desenvolvedoras são, além de uma grande rede de apoio, uma relevante cadeia de aprendizagem.

Quando estamos mirando a aquisição de um conhecimento ou de uma habilidade, nada melhor do que nos espelharmos em pessoas que já trilharam a mesma estrada com sucesso.

Crie pequenos projetos

Se não é possível ganhar experiência em projetos profissionais, não hesite em criar seus próprios projetos e exercitar suas novas habilidades nele mesmo!

Você ainda pode expor seus projetos em plataformas como o GitHub e o CodePen para envolver outros estudantes na solução de problemas e busca de soluções.

Estude inglês

Não é preciso ser um fluente em inglês para se tornar um programador, mas uma vez que quase todas as sintaxes utilizam como base o idioma inglês, ter o mínimo de conhecimento sobre este idioma pode facilitar e muito a sua vida.

Além disso, dominar um segundo idioma ainda permite que você se comunique com mais eficiência com programadores em diversas partes do mundo.

Não caia na procrastinação

É muito fácil cedermos à preguiça ou a procrastinação quando precisamos manter uma constância em alguma atividade. 

Mas é preciso ter sempre em mente que o sucesso de qualquer jornada depende de não perdermos tempo com distrações.

Para quem não está habituado, o universo do desenvolvimento web pode parecer muito complicado e exigir muita atenção, então muito cuidado!

Não se limite aos livros

Estudar a teoria é super importante, mas botar a mão na massa e/ou buscar outras fontes de informação também pode expandir muito as nossas possibilidades!

Na hora de estudar programação e compreender de fato tudo o que esse universo engloba, não se restrinja aos materiais didáticos oficiais, mas busque outras impressões, experiências, materiais, eventos, etc.

Participe de Bootcamps

A palavra Bootcamp, em tradução literal, significa “espaço de treinamento”. 

Originalmente utilizada para se referir aos campos de treinamento militares, a palavra foi adotada pelo mercado de tecnologia e os bootcamps, hoje, são conhecidos como eventos de imersão em determinados assuntos.

Podendo durar um ou dois dias, os bootcamps são verdadeiras escolas e proporcionam um mergulho intensivo nas tecnologias que abordam.

Realize exercícios rápidos

Uma maneira de treinar uma das mais importantes habilidades de um programador, a de pensar com rapidez, é realizando exercícios rápidos e que exijam soluções simples e eficazes.

Estes exercícios podem ser feitos através dos estudos formais ou da colaboração com outros jovens programadores.

Siga tutoriais

A internet está repleta de conteúdos gratuitos e de grande qualidade quando o assunto é aprender a programar.

Seja no YouTube, blogs especializados, fóruns, plataformas colaborativas… estes canais de comunicação estão repletos de diferentes formatos de conteúdo e um deles são os tutoriais.

Aprender a desempenhar certas atividades através de tutoriais pode ser uma excelente forma de memorizar algumas práticas.

Tenha um plano de estudos

Sair estudando tudo aleatoriamente sem uma ordem cronológica que faça sentido pode resultar em muita frustração.

Por isso, na hora de organizar os seus estudos, faça um plano e siga-o!


Deste modo, você sabe onde começar, o que deve atravessar e quais serão os resultados finais de todo este esforço.

Essa previsibilidade é um motor impulsionador para aqueles que possuem uma tendência maior à distração.

Aprenda programação com a Kenzie

Além dos cursos livres, universidades tradicionais e dos eventos de imersão, as escolas de programação são um caminho muito importante e eficaz na formação de novos profissionais de tecnologia.

Com a Kenzie Academy Brasil você se torna um programador completo em apenas 12 meses com o nosso curso de programação full stack!

Além disso, você ainda pode contar com o privilégio de só pagar pelos seus estudos após concluí-los, graças ao método de pagamento ISA (Income Share Agreement) – deste modo, você só começa a arcar com os custos do curso após estar integrado no mercado de trabalho com uma renda mínima de R$ 3.000,00.

Conclusão

A única pessoa que poderá responder se aprender a programar é fácil ou difícil é você mesmo(a), e somente depois de atravessar este longo percurso!

Seja firme, se mantenha fiel aos seus propósitos, não desista diante das adversidades e prepare-se para uma carreira de muito sucesso!

Leia também:

+122

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *