Programar com Javascript: o que é e por onde começar?

Programar com Javascript: o que é e por onde começar?


Nos primórdios da internet tudo era diferente desse universo de possibilidades que conhecemos hoje. As páginas eram estáticas, não ofereciam ferramentas que permitissem sua exploração, eram apenas um monte de páginas tabeladas escritas em HTML, com links e imagens.

Com o passar do tempo, e com a popularização da internet, a necessidade de criar páginas que facilitasse a interação entre os usuários, inevitavelmente, tornou-se imprescindível. 

Por isso, se você está considerando a possibilidade de trabalhar como desenvolvedor, dominar o JavaScript é extremamente importante para quem trabalha na área, afinal, através dele é possível aumentar ainda mais a usabilidade do usuário nas páginas web. 

Considerando isso, vamos responder às dúvidas iniciais de quem deseja começar a programar em JavaScript. Acompanhe!

O que é JavaScript?

Criado em 1995 pelo programador Brendan Eich, JavaScript ou JS, é uma das linguagens mais populares no desenvolvimento web. Repleta de recursos, esta é uma linguagem de programação de fácil execução e que pode ser aplicada a partir de um navegador de internet.

Parte da sua popularidade se deu pela maneira que ela permite realizar integrações e  interações dentro de um site. Esta linguagem está presente em diversas áreas do desenvolvimento, o que ajuda a ampliar a performance de um desenvolvedor para os mais diversos ramos da tecnologia.

Além disso, o JavaScript é considerado uma linguagem de alto nível , isso significa que ele não usa codificações mais tradicionais de máquinas, como de “0” a “1”. Códigos criados em JavaScript são desenvolvidos para uma linguagem mais humana, de fácil interpretação, permitindo que o programador use tanto a programação imperativa, procedual e a orientada a objetos.

Por que a linguagem JavaScript é importante?

No mercado de T.I , a demanda por programadores que saibam utilizar esta linguagem está cada vez mais forte. Afinal, além de ser uma ferramenta super versátil que possibilita o desenvolvimento de sites do zero, mais de 96% dos websites utilizam JavaScript como linguagem front-end, entre eles Google e Youtube. Isso é o que indica uma pesquisa publicada em 2016 pela W3 Techs.   

Segundo uma pesquisa feita pelo Hacker Rank, 48% das empresas ao redor do mundo precisam de profissionais que utilizam esta linguagem, no entanto, somente 42% têm esta habilidade. Ou seja, o mercado é amplo e  repleto de oportunidades.

Quais são as aplicações?

Muito usado em apps, softwares, servidores e controles de hardware integrados, com o JavaScript é possível incluir comportamento interativo às páginas web, criar aplicativos web e móveis, criar servidores web e desenvolver aplicativos de servidor, assim como, desenvolver jogos. Além disso, o JavaScript também alimenta televisores inteligentes, funciona com a Internet das Coisas (IoT), cria aplicativos para iOs e Android e ainda pode ser aplicado no desenvolvimento de aplicativos de desktop.

Para que serve o JavaScript?

Como mencionado anteriormente, esta linguagem serve para implementar itens complexos em vários tipos de aplicações e rodar  programas do lado do usuário, ou seja, no navegador, possibilitando programar e processar informações que são enviadas e recebidas. Confira abaixo as principais usabilidades desta linguagem:

1. Adicionar comportamento interativo nas páginas da web

O JavaScript permite que os usuários interajam com uma página, tornando-a muito mais dinâmica e interessante, o que reflete diretamente na experiência de navegação do site, como por exemplo: mostrar e esconder dados ao clicar em um botão ou alguma parte da página, criar carrosséis de imagens com transições, zoom em imagens, timers ou contagem regressiva, animações e, inclusive, a atualização de elementos sem a necessidade de atualizar a página.

2. Criar página na web e apps

Há diferentes tipos de frameworks (conjunto de códigos), que colaboram para a execução de diversas funções em aplicações web e aplicativos mobile, possibilitando o desenvolvimento mais prático e ágil do projeto.

3. Construir web servers e desenvolver aplicações

Além de poder ser utilizado na parte front-end, o JavaScript também serve para criar a estrutura backend e de servidores, com o Node.js. Isso faz com que você não precise aprender uma linguagem de programação diferente para desenvolver a sua aplicação.

4. Desenvolvimento de jogos

O uso do JavaScript no desenvolvimento de jogos traz muito mais flexibilidade para o seu projeto. Além disso, os recursos das páginas web podem ser integrados facilmente e a atualização dos elementos torna-se muito mais simples e prática, fazendo com que o usuário tenha acesso a melhor versão do seu jogo.

Frameworks de JavaScript

Um framework JavaScript é nada mais nada menos do que um conjunto de componentes usados para criar uma base para uma aplicação web, que tem como principal objetivo a resolução de problemas recorrentes. Com isso, o desenvolvedor não precisa reescrever linhas de códigos, apenas focar na solução. A seguir, separamos os frameworks mais conhecidos. Confira!

React

Conhecido como um dos frameworks mais populares, o React é uma biblioteca de código aberto em JavaScript mantida pelo Facebook. Ela é usada para criar interfaces com o usuário a partir de uma abordagem reativa, além disso, apresenta muitos conceitos para o desenvolvimento front-end.

Angular 

Quando o assunto envolve um dos frameworks mais importantes de desenvolvimento web, é fundamental destacar o Angular, afinal, trata-se de um framework front-end opensource, que permite o desenvolvimento legível, dinâmico e rápido de aplicações web. Esta biblioteca é mantida pelo Google e apoiado por um grande número de desenvolvedores no mundo todo.

VueJS

Muito usado para criar aplicações single page (página única), o VueJs é um framework de código aberto que  também é utilizado para desenvolver interfaces. Além disso, possui uma arquitetura enxuta que precisa de uma configuração mínima na hora de criar um projeto, podendo ser integrado por meio de uma simples tag script.

TypeScript

Considerado um superconjunto do JavaScript, o TypeScript é a junção de diferentes ferramentas e maneiras mais eficazes de escrever código, que permite a inclusão de recursos que não estão presentes de maneira nativa na linguagem. Além disso, sites e apps  podem ser executados tanto no lado do cliente quanto no lado do servidor.

Por onde começar no JavaScript?

Por ser versátil e com diferentes tipos de recursos, o JavaScript tem conquistado cada vez mais desenvolvedores e, com isso, o interesse em começar a desenvolver projetos por meio desta linguagem tem se tornado bem maior para os profissionais da área de T.I.  Considerando isso, embora exista a possibilidade de usar uma estrutura pré-pronta para desenvolver projetos com o JS, o ideal é aprender a linguagem do zero. Isso certamente trará mais vantagens para você. Além disso, a rotina de estudo pode se tornar mais prática e intuitiva por meio do foco, persistência e constância. A seguir, confira quais são os tópicos principais desta linguagem.

Variáveis e constantes

Responsáveis por tornar a estrutura de código dinâmico e compreensível, as variáveis são nomes simbólicos que servem para representar valores em sua aplicação, neste caso, os valores que você vai trabalhar no seu código. Já as constantes representam um valor fixo que não poderá ser alterado ao longo da sua execução.

Tipos primitivos

Tipos primitivos são dados que possuem apenas um valor. Além disso, não possuem métodos e não são objetos. Acompanhe a seguir, os principais tipos primitivos: 

Strings

Sequência de caracteres usados para representar textos.

Number

Como o próprio nome já diz, é um tipo de dado que representa números.

Boolean

Um dado lógico que pode ter apenas dois valores: true ou false.

Null

Um valor nulo ou vazio. Também pode representar um objeto inexistente.

Undefined

É atribuído automaticamente a variáveis criadas sem valor ou a parâmetros de uma função que não recebeu argumentos.

Symbol

Introduzido no ES6.

Operadores aritméticos

Essenciais para realizar operações de matemática entre duas variáveis, os operadores aritméticos também servem para escrever operações maiores e complexas. Através da combinação desses operadores é possível criar expressões, que possibilitam a execução de todo tipo de cálculo de forma programática.

Operadores de comparação

Assim como o nome indica, estes operadores servem para comparar dois valores e retornar com um resultado buleano, valor lógico (boolean). Sendo eles:

(>) Maior que 

(>=) Maior que ou igual

(<) Menor que

(<=) Menor que ou igual

(==) Igualdade

(!=) Desigualdade

(===) Estritamente igual

(!==) Estritamente desigual

Operadores lógicos

Fundamentais para a criação de expressões lógicas maiores, estes operadores são representados por (“& &”) e ou (“II”).

Estruturas condicionais

Utilizadas para expressarmos o raciocínio lógico de uma maneira estruturada. Ela é muito útil para programar um comportamento específico com base nas ações de um usuário ou de algum valor.

Arrays

Estruturas que são usadas para armazenar múltiplos valores em uma única variável.

Strings

String está entre as operações mais usadas na programação para manipular palavras e caracteres. Isso pode ser realizado com o objetivo de comparar dados, extrair informações digitadas por quem está usando o sistema, processar dados de um formulário e entre outras ações. 

Estrutura de repetição

São blocos de códigos que realizam determinadas instruções várias vezes. E em JavaScript, existem diversos mecanismos para repetir esses blocos, o que os diferencia são as condições para começar ou parar a execução. 

Funções

Imprescindível para a organização de código e de lógica na programação, através das funções é possível empacotar partes do seu código e dividi-las em blocos lógicos auto-contidos. Portanto, ao invés de uma lógica linear difícil de identificar, há menos repetição no  programa onde a lógica está bem separada, deixando tudo mais prático de ser compreendido.

Objetos

Um conjunto de propriedades e métodos usados para representar algo da vida real, que possibilitam a definição de particularidades e comportamentos únicos.

Métodos

São funções que têm o poder de acessar as propriedades do objeto quando invocadas por meio da palavra reservada this, seguida por . (ponto) e o nome da propriedade.

Conclusão

Como você pôde ver até aqui, o JavaScript é uma linguagem de programação de alto nível e com ótima reputação no mercado. Afinal, é uma linguagem versátil e repleta de recursos que pode ser usada em diferentes projetos de alta complexidade. Portanto, se você deseja trabalhar com desenvolvimento front-end ou back-end, aprender esta linguagem fará toda a diferença para você destacar na carreira e conseguir bons empregos.

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo você conhecer mais sobre a Kenzie Academy Brasil.

0

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *