Quanto ganha um profissional de TI? Salário da área de TI

Quanto ganha um profissional de TI? Salário da área de TI

Um profissional de TI é essencial dentro de uma empresa. Mas, existem diversos segmentos nessa área e é possível atuar em uma função mais específica. Dessa forma, suas responsabilidades e também sua remuneração irão variar de acordo com o setor para o qual foi contratado.

Nesse conteúdo você conseguirá entender melhor o que faz um profissional de TI,  o que é necessário estudar para se tornar um e quais caminhos você poderá optar nessa jornada. Além de claro, ter uma base da remuneração que poderá ter. 

Afinal, quando falamos de tecnologia, falamos também de gerenciamento, criação e avanços constantes! Então, se você tem curiosidade e vontade de entrar na área mais promissora do mercado, acompanhe esse conteúdo que preparamos.

O que faz um profissional de TI?

Um profissional de TI é o responsável por criar, gerenciar e manipular informações. Esse profissional pode atuar em várias áreas da tecnologia da informação, sendo algumas delas a programação, suporte técnico, banco de dados, testes de qualidade e também segurança de dados. A maioria das empresas necessita de um ou mais profissionais dessa área. É um campo de atuação com bastante demanda de vagas.

Quais são as áreas de TI?

Conforme citado acima, a área de TI pode ser dividida por diversos cargos e cada um deles cuidará de uma solução específica, e até mesmo na proteção de dados. Então as atividades e soluções variam, mas todas são promovidas por recursos de computação que visam produzir, criar, armazenar, transmitir acessos, cuidando da segurança e uso de dados. De acordo com a área e nível de conhecimento, é que será baseado o salário do profissional. No decorrer do texto serão apresentadas as principais áreas de atuação nesse campo e o piso salarial de algumas funções. 

Segurança da Informação 

A segurança da informação cuida da parte de proteção de dados, evitando o compartilhamento indevido de dados, principalmente em grandes organizações. A tarefa principal dessa área é manter os dados de acesso protegidos contra invasores, realizando uma prevenção de diversos prejuízos. Para garantir  a proteção desses dados, a segurança da informação se baseia nos quatro pilares abaixo:

1. Confidencialidade;

2. Autenticidade;

3. Integridade; 

4. Disponibilidade.

Dados

Um profissional que atua com banco de dados, é o responsável por gerenciar o local onde estão armazenados os dados de uma organização. Partindo da área de tecnologia, um banco de dados é qualquer arquivo onde estejam armazenados alguns dados, ou seja, pode ser um texto, uma planilha, um vídeo, etc. Mas, certas informações não podem ser armazenadas em um simples arquivo de texto e por essa razão existem estruturas avançadas que permitem o gerenciamento dessas informações. Essas estruturas levam o nome de Sistemas gerenciadores de banco de dados e sua função é garantir a segurança de dados. 

É essencial ter profissionais especialistas no SGBD da empresa, esse profissional irá realizar a instalação, configurar as permissões de acesso, gerenciar e cadastrar usuários, entre outros. 

O profissional de dados, pode atuar em três funções:

Administrador de bancos de dados (DBA) - Responsável por instalar, gerenciar, configurar, monitorar e atualizar um banco de dados ou sistemas de banco de dados.

Administrador de dados (AD) - É responsável por  entender e prestar suporte técnico em cada SGBD utilizado pela empresa. 

Desenvolvedor de banco - Ele realiza a manutenção dos sistemas, realizando também correções quando necessário. Desenvolve dentro do banco de dados as regras de negócio da organização, garantindo a consistência dos dados.

Essas funções citadas acima são as mais comuns dentro das empresas e elas também podem ser reunidas. 

Desenvolvimento de software

O desenvolvimento de software diz respeito a elaborar e implementar um sistema computacional. Se você está lendo esse texto, provavelmente está utilizando um software nesse momento. Toda a parte virtual de computadores e smartphones, é composta por essa tecnologia. Os softwares estão presentes no nosso cotidiano, como ao ler uma mensagem no celular, ou para utilizar um aplicativo de mobilidade. 

Existe uma área de aprendizagem que se chama "desenvolvimento de software". O objetivo dessa área é criar programas de computação, envolvendo linguagens de programação. Existem várias dessas linguagens e com certeza se você estuda programação, ou quer aprender aqui na Kenzie, já ouviu falar de alguma delas. Você pode se aprofundar sobre essas linguagens em um conteúdo aqui no blog: Linguagem de programação: o que é e qual linguagem aprender

Suporte técnico de TI

O técnico de suporte de TI, realiza suporte técnico presencial ou remoto ao usuário, resolvendo problemas relacionados a rede e computadores de uma empresa. No suporte de TI, existem formatos de serviços específicos como Help Desk e Service Desk. 

O Help Desk presta atendimento ao cliente de forma centralizada em uma única plataforma, visando solucionar questões técnicas menos complexas. Por exemplo, falta de acesso à internet ou alguma dificuldade em utilizar algum programa.

Já o Service Desk envolve demandas mais complexas, centralizando todas as necessidades de TI da empresa. Nesse caso, os analistas de Service Desk precisam possuir um conhecimento técnico ainda mais completo sobre a sua área de atuação. Mesmo assim, ambos podem ser remotos, conforme a complexidade do problema em questão. O atendimento remoto é um facilitador para o usuário, que pode permanecer em sua casa enquanto recebe o suporte necessário.

O profissional de TI pode ser contratado diretamente por uma organização, ou através de empresas terceirizadas especializadas.

Gestor(a) de TI

Um Gestor de TI administra as atividades da área de Tecnologia da Informação, ele é responsável por desenvolver ferramentas que possam simplificar os processos de sua área, além de sistemas organizacionais para administrar cada uma das tarefas de sua equipe de forma mais assertiva. É responsabilidade desse gestor, realizar o gerenciamento de sistemas internos, como cuidar das decisões sobre armazenagem de dados, segurança online, offline e definição de investimentos acerca da infraestrutura.

Indicadores são necessários em qualquer área e com o Gestor de TI não é diferente. Por isso, ele deve possuir a habilidade de simplificar a consolidação de dados, dessa forma poderá oferecer análises mais detalhadas e efetivas. Nesse caso, esse gestor precisa ter uma visão estratégica.

Independente da área, é necessário que um gestor entenda e esteja apto para ser um bom líder. Ser um líder vai muito além do entendimento técnico da área e do conhecimento estratégico. É essencial que essa pessoa entenda sobre a gestão de pessoas e que saiba como coordenar uma equipe, de forma imparcial e justa. 

Uma grande habilidade que deve ser desenvolvida por um líder é a do pensamento crítico e temos um conteúdo bem bacana sobre como desenvolvê-la, aqui no blog: O que é pensamento crítico e como colocá-lo em prática? 

Para ser um Gestor de TI, ou atuar como gestor independente da área, é importante estar sempre disposto a aprender. 

Inteligência Artificial (IA) 

A inteligência artificial (IA), é uma inteligência semelhante à humana demonstrada por sistemas de software, é também um campo de estudo acadêmico. Existem diversos tipos de tecnologias e abordagens na IA. Normalmente elas são divididas em duas categorias diferentes: simbólica e conexionista. Na simbólica, os mecanismos efetuam transformações utilizando símbolos, letras, números ou palavras. E a conexionista, se inspira no funcionamento de nossos neurônios, simulando os mecanismos do cérebro humano.

Os setores de TI são os que mais estão adotando a IA, pois essa tecnologia é capaz de detectar intrusões de segurança, automação e problemas de usuário. A IA continuará gerando grandes impactos em diversas áreas, otimizando algumas lacunas de competência. Os profissionais de TI terão novos desafios gerados pela Inteligência Artificial, como adotar uma postura mais participativa e criativa nas estratégias organizacionais. A área de TI será a ponte entre a IA  e as demais áreas, para que os outros setores consigam trabalhar com essa tecnologia de forma harmônica. 

Níveis de qualificação do profissional de TI

O segmento de TI está crescendo cada vez mais, e assim como em outras áreas existe um nível de qualificação para cada função exercida dentro dessa área. O profissional de TI é aquele que possui o conhecimento de várias operações tecnológicas, conforme o nível desse conhecimento e experiência é que será definido o seu salário. Mas, quais são os níveis de conhecimento desse profissional? 

Preparamos uma lista com cada um desses níveis, acompanhe abaixo:

1. Trainee

Quando falamos de um profissional Trainee, podemos concluir que são jovens que têm até 2 anos de formados no curso de graduação. Um processo de treinamento dentro das empresas tem a duração  média de 1 a 3 anos. Essa experiência servirá como um grande preparo para cargos com maiores responsabilidades e o formato de aprendizagem para esse funcionário irá depender da organização contratante. Esse profissional desenvolve e acompanha atividades na área de TI, como a realização de testes em software e aprimorando o conhecimento dos serviços ou negócios da organização. Lembrando que os projetos são elaborados sob supervisão.

2. Júnior

O profissional Júnior possui em média uma experiência de até 5 anos na área e também é recém-graduado. As suas funções são de procedimento simples ou que não exigem um conhecimento mais profundo no ramo em que for atuar. 

Geralmente as empresas buscam pessoas com perfil inovador e com bastante sede de aprendizado. Muitas organizações possuem vagas de nível Júnior na área de TI, é o caso de grandes empresas que são parceiras da Kenzie Academy Brasil, como MadeiraMadeira , Grupo Boticário, entre outras.

Normalmente, o profissional Júnior atuará com linguagens de programação e ferramentas de desenvolvimento. Então é necessário que ele tenha conhecimento sobre back-end/front-end. Vale lembrar que aqui na Kenzie, você aprende programação (front-end e back-end) em 12 meses sem custos e retorna o investimento apenas após a conclusão do curso.

3. Pleno

O tempo médio de experiência de um profissional pleno é de 6 a 9 anos. A formação de um profissional desse nível é de pós-graduação. Possuindo esse nível de qualificação ele pode realizar tarefas específicas que exigem profundo conhecimento. Também está apto a tomar decisões, mas que são transmitidas por um superior.

4. Sênior

O profissional, para ser considerado sênior, deve possuir a partir de 10 anos de experiência na área. Sua formação é de pós-graduação e considerando experiências como gestor. Nesse caso ele pode tomar decisões sem necessitar de uma supervisão, pois pode se basear no tempo de experiência e conhecimentos que foram adquiridos ao decorrer de sua carreira. Ele pode realizar a gestão de pessoas e projetos de uma empresa. 

5. Master 

O nível master de qualificação, indica que o profissional possui 15 anos de experiência ou mais, que ele é pós-graduado e tem experiência com gestão, além de possuir certificações extras. Esse profissional atua sem supervisão e sem a necessidade de seguir demandas. Pode gerir negócios e projetos, possuindo total autonomia. 

Qual o piso salarial do profissional de TI?

Conforme citamos acima, existem diversos níveis de qualificação para cada profissional e a média do salário de TI, também irá variar de acordo com sua experiência e formação. No site da Geekhunter você poderá conhecer um pouco mais sobre as vagas na área. Lembrando que a faixa salarial também poderá variar de acordo com a carga horária exercida pelo profissional. Em seguida você vai descobrir a faixa salarial de alguns cargos que são considerados como os melhores remunerados. 

Os melhores salários para os profissionais de TI

Sabemos que a formação e experiência contam muito em relação a remuneração de um profissional. Cada função possui uma média salarial, mas conforme a sua qualificação, esses  valores de salário poderão ser negociados. A tendência é de que quanto mais experiência você tiver, mais você poderá ganhar. Então, acompanhe abaixo os melhores salários para os profissionais de TI.

Diretor de TI

Uma pesquisa realizada pela consultoria Robert Half, indicou que no caso de empresas de pequeno e médio porte, a média salarial para um diretor de TI é de R$ 20 mil a R$ 40 mil mensais. E em grandes empresas esse valor varia de R$ 25 mil a R$ 55 mil.

Gerente de TI 

Para um gerente de TI que atua em pequenas e médias empresas, a média salarial é de R$ 13 mil a R$ 26 mil mensais e se for em grandes empresas é de R$16 mil a R$ 30 mil.

Gerente de Projetos (PMO)

No caso de pequenas e médias empresas a média salarial para um Gerente de Projetos (PMO) é de R$ 8 mil a R$ 18 mil mensais. Mas, para grandes empresas é de R$ 12 mil a R$ 22,5 mil. 

Gerente de Infraestrutura

Para pequenas e médias empresas a média salarial é de R$11 mil  a R$ 16 mil mensais. E para 

grandes empresas variam entre R$ 14 mil a R$ 22 mil. 

Gerente de Sistemas/Desenvolvimento

Para a função de Gerente de Sistemas/Desenvolvimento a média salarial é de R$ 11 mil a R$ 16 mil mensais, no caso de pequenas e médias empresas. Já no caso de grandes empresas a média é de R$ 14 mil a R$ 22 mil.

Analista ERP (Pleno)

A média salarial para o cargo de Analista ERP (Pleno) em pequenas e médias empresas é de R$ 5 mil a R$ 7 mil mensais, já em grandes empresas é de R$ 6,5 mil a R$ 8,5 mil.

Analista de Negócios (Pleno)

Para finalizar esse tópico e seguindo o padrão de porte das empresas, no caso de Analista de Negócios (Pleno) a média salarial é de R$ 5 mil a R$ 7 mil mensais, nas pequenas e médias empresas. E em grandes empresas a média é de R$ 6,5 mil a R$ 8,5 mil.

O mercado para o profissional de TI

O mercado de trabalho para esses profissionais, está recheado de grandes oportunidades e como foi citado aqui nesse conteúdo, o que vai definir o salário na área de TI são suas qualificações e tempo de experiência. Também será considerado um grande diferencial se você for fluente em inglês, pois a maioria das linguagens e termos na tecnologia chegam de fora. Mas, lembrando que isso não é uma regra, será apenas um conhecimento diferenciado. As formações são diversas, segue abaixo algumas opções da área:

            8. Gestão da tecnologia da Informação;

  • 9.  Redes de Computadores;

          10. Sistemas para Internet.

Como se tornar um profissional de TI?

O primeiro passo para se tornar um profissional de TI, ou de qualquer outra área é estudar. É necessário focar no segmento que deseja se desenvolver e buscar um curso que te qualifique para isso. Mesmo após sua formação é importante que siga buscando mais conhecimentos, pois tudo que envolve tecnologia muda rapidamente, então é essencial que esteja sempre se atualizando. Aqui no Brasil temos inúmeros caminhos e opções para a formação desses profissionais. Mas, você pode antecipar o seu sucesso profissional estudando aqui na Kenzie

Estudando conosco, em 12 meses você já estará apto a atuar como Desenvolvedor Full Stack e conforme falamos anteriormente, temos parcerias com várias empresas para que você tenha mais chances de entrar no mercado de trabalho, simplificando sua jornada profissional e oferecendo o suporte necessário para que inicie sua atuação nessa área. Inclusive muitos de nossos DEVs, começam a trabalhar antes mesmo da conclusão do curso.

Sabemos que o começo é o mais difícil e por isso, aqui o estudante só paga a mensalidade do curso após estar empregado e com remuneração mínima de R$ 3 mil por mês. Afinal, o nosso propósito é transformar vidas através da educação!

Conclusão 

Em tempos difíceis, sabemos que uma boa carreira afeta a vida de cada um e de sua família, por isso trouxemos esse conteúdo a fim de que você possa conhecer um pouco mais sobre quanto ganha um profissional de TI e quais são as qualificações necessárias para cada função. 

A área da tecnologia é a mais promissora dos tempos atuais e se você é uma pessoa inovadora, com certeza é o perfil que a maioria das empresas desse setor buscam.

Agora que você já sabe quais as opções de salário na área de TI, basta dar o primeiro passo na sua jornada de aprendizado ou de evolução profissional. 

A próxima turma aqui na Kenzie já está com inscrições abertas e  dentro do nosso segmento nós temos a maior taxa de empregabilidade, com 98% após completar um mês da formatura. E isso ocorre pois consideramos que só temos sucesso quando nosso aluno tem sucesso.

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, eu recomendo que você faça a sua inscrição na Kenzie Academy Brasil. Estude Desenvolvimento Full Stack e só pague quando estiver formado. Faça já a sua inscrição.