Web development

Web development: o que é, função, salário, carreira e como iniciar?


Com cada vez mais pessoas conectadas, fica difícil imaginar empresas que não se preocupam com sua presença digital. Por isso, naturalmente elas estão buscando ocupar um espaço de destaque, competitivo, a fim de se mostrar para seus consumidores e oferecer o que eles precisam.

Mas não basta somente aparecer, precisa conquistar. E é pensando nessa conversão de usuários para clientes que empresas se aperfeiçoam em se comunicar com seu público; e o primeiro passo é criar um website responsivo e que melhor represente a marca.

Para tanto, é preciso investir em uma estratégia de Web Development.

O que é web development?

Desenvolvimento web, tradução de web development,  é aquele orientado à produção de aplicativos e sistemas para a Internet. Em outras palavras, são sistemas acessados por meio de navegadores WEB. 

Pense em uma página WEB que você tenha visitado recentemente. Ela é um bom exemplo de web development. Há também páginas que desempenham uma função, como por exemplo a do seu banco, onde é possível, após realizar o login, fazer consultas, transações, etc. 

Mais à frente, veremos como estas páginas desempenham funções complexas, mas separam a implementação entre a interface utilizada pelo usuário, ou front-end e a parte do sistema que, de fato, executa operações, o back-end. 

Desenvolvedor web front-end

É o desenvolvimento dedicado à interface gráfica da aplicação Web, ou seja, aquela com a qual o usuário irá interagir. 

A atenção do desenvolvedor para esse aspecto do sistema deve estar voltada à usabilidade, ou seja, à capacidade de o usuário entender o sistema e usar suas funções sem obstáculo. 

Além disso, é muito importante considerar o aspecto do sistema, como ele se apresenta: a escolha das cores, fontes, o design da aplicação, para que ela não seja cansativa para o usuário. 

Mais à frente, vamos explorar um pouco da ciência que trata justamente do design de aplicações web. 

Desenvolvedor web back-end

O desenvolvedor back-end trata do processamento das funções desempenhadas pela parte front-end da aplicação. 

As tecnologias e as linguagens de programação back-end são bastante diferentes das utilizadas no front-end. Um dos aspectos é o armazenamento de informação. 

Por exemplo, uma página Web utilizada para fazer agendamentos deve armazenar a agenda com as datas disponíveis e também registrar o agendamento que o usuário realiza. Para isso, são usados bancos de dados. 

Pensando no exemplo anterior, é possível que as informações que o usuário inseriu tenham de passar por algum tipo de validação antes de o agendamento ser efetivado. 

Por exemplo, pode ser que não seja permitido ao usuário realizar dois agendamentos no mesmo dia. Para isso, é necessário procurar na base de dados se já existe um agendamento e, se sim, mostrar uma mensagem para o usuário. É também no back-end onde se processam regras como essa. 

Qual a função de um web developer?

Um web developer trabalhará na implementação de aplicações web front-end, back-end ou os dois. Isso irá depender da especialidade da pessoa. 

Por ser um mercado amplo, há profissionais que se dedicam somente ao desenvolvimento das interfaces dos usuários, outros que preferem o desenvolvimento back-end e outros que preferem atuar nas duas áreas para ter contato com uma gama mais ampla de tecnologias. 

Qual a diferença entre web designer e web developer?

Como falamos anteriormente, a parte de front-end de uma aplicação se dedica ao desenvolvimento de interfaces com as quais o usuário irá interagir. 

O web designer é o profissional que irá estudar as melhores fontes, combinações de cores, layouts, usabilidade e outros aspectos para fornecer ao usuário uma interface mais fácil e agradável. 

O Web developer é o profissional que irá desenvolver o sistema de fato, utilizando as linguagens de programação.

Porque você deveria seguir na carreira de desenvolvimento web?

A grande maioria dos sistemas utiliza essa arquitetura e é um mercado em constante crescimento. 

A distinção entre front e back-end possibilita que o profissional se especialize em uma delas, aquela de que mais gosta ou se sente mais confortável. 

No mercado de trabalho, pode haver ou não a distinção entre as duas funções, ou seja, há vagas para profissionais que trabalharão somente com back-end, somente com front-end ou ambos. 

Chama a atenção também o ponto de entrada nesta área. As tecnologias e linguagens com menor curva de aprendizado estão no lado front-end, pois são relativamente mais simples. 

Uma vez no mercado, o profissional pode se aprofundar e começar a explorar tecnologias, técnicas e conhecimentos utilizados no lado back-end onde estão salários e cargos melhores. 

Qual o salário de um programador de web?

Como já dito, é uma das carreiras digitais mais promissoras do mercado pela ampla área de atuação e demanda hoje em dia. Mas quanto ganha um web developer?

Um web developer pode ganhar até R$4.000,00 em nível júnior, dentro de uma empresa, ou seja, a medida em que ganha experiência e aprofunda seus conhecimentos na área, a pessoa encontrará oportunidades com remunerações generosas, e isto se torna um grande atrativo para a profissão.

Como faço para aprender web development?

Há várias formas de se aprender Web Development e muitos começam por estudar por conta própria, pesquisando pela internet, até sentir a necessidade de se aprofundar em algum tópico específico, buscando cursos na área.

Veja outras formas de se tornar um  web developer:

  • Aprendendo com vídeos na web

Sem dificuldades, é possível encontrar empresas e pessoas autônomas dedicadas a compartilhar conhecimento de programação. 

Para quem tem facilidade de estudar por conta, com uma simples pesquisa nos mecanismos de busca, você encontra vídeos com tutoriais completos, com passo-a-passo sobre o que se deseja aprender e executar.

  • Graduação em TI

Se você tem mais tempo e condições financeiras para investir no ensino superior, são nos cursos de Sistemas de informação, Ciências da Computação ou Tecnologia da Informação, que você irá aprender na teoria e na prática (quase) tudo que precisa saber para começar a programar.

No entanto, não se engane que você sairá com seu diploma universitário sabendo tudo sobre desenvolvimento web. Isso porque as tecnologias mudam constantemente e atualizações serão sempre necessárias nesta área.

  • Curso técnico

A formação técnica é uma alternativa para quem deseja aprender mais rápido, investido menos tempo e dinheiro do que no curso universitário. Mas saiba que a quantidade de informações durante o curso técnico será menor do que na modalidade anterior.

  • Bootcamps

Os bootcamps são programas de treinamento intensivo, que ficaram mais conhecidos e se popularizaram no universo dos esportes e serviço militar.

Trazendo para TI, os bootcamps oferecem uma imersão no assunto, de modo que o participante aprende na prática as competências que busca em um curto espaço de tempo.

Normalmente, estes encontros sobre desenvolvimento web podem durar de 9 a 24 semanas, dependendo do programa, e são considerados metodologia eficaz de aprendizado, uma vez que educam de forma intensiva e prática. 

O formato agrada também quem busca uma mudança de carreira, já que possibilita um grande contato não somente com o conhecimento em si, mas com pessoas da área.

Quais as principais linguagens de programação para o desenvolvimento web?

Aprender as linguagem de programação mais usadas é parte importante nos estudos para se tornar um web developer, mas dominá-las de forma integral, requer tempo e dedicação. Veja quais são as principais:

HTML e CSS

HTML, abreviação de Hypertext Markup Language, é uma linguagem de programação utilizada para o desenvolvimento de interfaces web front-end. 

CSS, Cascading Style Sheets, são folhas de estilos que são usadas para aplicar fontes, cores e outros aspectos visuais.

As duas linguagens associadas são as mais utilizadas para a parte visual dos sistemas. 

JavaScript

O JavaScript é uma linguagem de programação estruturada, interpretada e de alto nível. 

O JavaScript é utilizado para o desenvolvimento de funcionalidades nas aplicações web. Ele é interpretado pelo navegador e, por isso, faz também parte do front-end das aplicações. 

Ruby

Ruby é uma linguagem utilizada no back-end das aplicações. É bastante popular nesse meio por ser uma linguagem simples, de fácil aprendizado e bastante natural. 

Seu criador combinou as linguagens que mais gostava, (Perl, Lisp, entre outras) para equilibrar a programação funcional com a interpretativa. 

Python

Python é uma linguagem de programação de destaque. A escolha para a maioria dos cursos de programação em nível introdutório, pode ser usada em uma gama imensa de aplicações. 

Desde aplicações web usando o Django, um framework web extremamente competente e com um desempenho invejável, até aplicações de inteligência artificial e aprendizado de máquina. 

Java

Pode ser argumentado que Java é a linguagem de programação mais utilizada atualmente. E esse cenário não apresenta sinais de mudança. 

Isso porque há uma série de frameworks de desenvolvimento Web que usam Java; Spring é um ótimo exemplo. 

Lembra no início do artigo, quando tratamos de bancos de dados? Há diversos frameworks, como o Hybernate, que podem ser utilizados para intermediar a comunicação entre a aplicação back-end e bases de dados, tirando do programador a preocupação de gerenciar conexões, escrever consultas em SQL, etc. 

Java, pela quantidade de frameworks disponíveis para uso, é a linguagem de escolha para aplicações web complexas. 

Conclusão

Deu para ter uma ideia da imensidão que existe dentro da área de Web development? Ela oferece uma série de possibilidades para quem busca se profissionalizar no ramo da programação, pela possibilidade de atuar em diferentes caminhos no mercado da tecnologia.

Já é a profissão do presente, que se consolida para o futuro, responsável por criar soluções inovadoras para o nosso cotidiano, seja um aplicativo simples ou grandes sistemas de inteligência artificial, com potencial de revolucionar o mundo e torná-lo mais tecnológico e descomplicado.

+1

Escreva o primeiro comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *